As frutas secas mais saudáveis

Existem muitos tipos de frutas secas, algumas são mais saudáveis do que outras; confira quais são e veja algumas dicas para se beneficiar de todas as propriedades que estes alimentos possuem.

São muitas as pessoas que se perguntam se as frutas secas engordam. Na hora de seguir uma dieta de emagrecimento, estes alimentos tendem a ser associados à lista dos alimentos proibidos. Contudo, esta crença é errada, uma vez que muitas das propriedades das frutas secas são benéficas e muito úteis pelo seu alto valor nutritivo.

As frutas secas engordam?

Na hora de escolher alimentos liberados e proibidos para uma dieta, não é estranho que as frutas secas ocupem a lista dos que não devem ser consumidos. Contudo, podemos afirmar que este pensamento é errado, sem esquecer algumas indicações que explicaremos em seguida.

As frutas secas fornecem muitas calorias, o que nos diz de imediato que a sua ingestão é sinônimo de gordura. Contudo, estudos demonstram que um consumo moderado é muito saudável. A chave está em dois aspetos principais:

  • Preferir frutas secas que não foram torradas e que não contêm açúcares ou sal adicionado.

  • Não comer mais de um punhado de frutas secas por dia (entre 25 e 30 gramas).

Tendo estes dois aspetos em conta, podemos dizer que as frutas secas não engordam. O seu consumo moderado não fornece a quantidade de calorias necessárias, sempre e quando são incluídas em uma dieta variada e equilibrada. Confira abaixo as frutas secas mais saudáveis:

Amêndoas

Consumir uma pequena quantidade de amêndoas na dieta diária oferece a quantidade de vitamina E, alem da fibra que necessitamos. Além disso, também é rica em vitamina B, minerais como o ferro, o magnésio e o zinco. Todo este conjunto de propriedades fazem das amêndoas uma das frutas secas mais benéficas para incluir na dieta. São benéficos para fortalecer o sistema imunológico, controlar a proliferação de radicais livres e baixar os níveis de colesterol ruim.

Nozes

É talvez, uma das frutas secas mais populares. Os seus efeitos antioxidantes ajudam a evitar o envelhecimento das células, os seus óleos vegetais polinsaturados são eficazes na prevenção de doenças cardiovasculares e, além disso, são ricas em fibra e vitaminas A, B1, B6 e E.

Pistaches

Ricos em fibra e minerais e com um alto valor energético. Fazem parte das frutas secas saudáveis para o colesterol, ao reduzir o colesterol ruim. Também contêm antioxidantes, uma vez que são ricas em vitaminas A e B, que fortalecem os vasos sanguíneos.

Avelãs

Originárias do continente asiático, o avelã estendem o seu consumo a países como a Turquia, Itália e Estados Unidos. O seu elevado teor calórico ajuda a recuperar energia rapidamente, mas não se esqueça que devem ser consumidas com moderação. Outro motivo pelo qual esta fruta seca é tão saudável é a sua quantidade de cálcio. Esta característica faz dos avelãs um bom alimento para cuidar dos ossos, prevenindo doenças como a osteoporose.

Amendoins

Assim como as nozes, o amendoim faz parte das frutas secas e previne a deterioração cognitiva e o seu teor de vitamina E, e também de ácido fólico, são excelentes para vegetarianos. Por esse motivo, os benefícios desta fruta seca são positivas para a nossa saúde cardiovascular ao reduzir o colesterol e os triglicéridos.

Cajus

E para finalizar, não podemos esquecer o caju. É muito nutritivo, sendo rico em minerais como o magnésio, o fósforo e o potássio, além de conter vitamina E, ácido fólico e proteínas vegetais. Apesar de 50% da sua composição serem gorduras, estas são de boa qualidade e saudáveis, sendo consideradas uma das frutas secas mais saudáveis para o colesterol.

Outros tipos de frutas secas

Além das frutas secas saudáveis indicadas anteriormente, existem outras que, apesar de não serem tão benéficas, também podem ser consumidas com moderação. Estas são:

Além destas, também pode apostar nas frutas desidratas como:

Esta matéria é meramente informativa, não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Fonte: UmComo

Confira nossos últimos lançamentos!

Deixe uma resposta