Dicas para evitar o aparecimento de manchas no verão

Quem não tem uma manchinha no rosto, mesmo que pequena? Com a chegada do verão os cuidados com a pele devem ser redobrados, pois os raios solares além de causar doenças como o câncer de pele e desidratação, podem também ocasionar o envelhecimento precoce da pele e o aparecimento de algumas manchas indesejáveis.

O que pode causar as manchas

2

Os tipos de manchas mais comuns são as melanoses solares e o melasma. As melanoses solares se caracterizam pelo formato arredondado, bem delimitado e acastanhado. Elas se concentram no dorso de mãos e faces laterais do rosto. Já o melasma tem formato irregular, tamanho maior e um tom mais castanho-acinzentado. É mais comum que apareça nas maçãs do rosto e concentre-se na testa, embaixo dos olhos ou em cima dos lábios.

As causas para o surgimento dessas manchas de verão são fatores genéticos associados a uma exposição solar intensa e prolongada. No caso dos melasmas, outro fator que contribui para o aparecimento é o uso de contraceptivos hormonais, por isso as mulheres são as mais afetadas.

No auge da estação, consumir ou manusear tais alimentos debaixo do sol aumenta o risco de se desenvolver o que os médicos chamam de fitofotomelanose – manchas escuras na pele causadas pelo contato com o ácido de alimentos cítricos que, mais tarde, só desaparecem com a intervenção médica. Mas o perigo não é só esse. É preciso ter cuidado com cremes, tratamentos químicos e até o uso de hormônios na estação mais quente do ano.

O que fazer para evitar as manchas?

A melhor forma de evitar manchas é usar o filtro solar. Evite se expor diretamente ao sol, principalmente das 10h às 16h. O ideal é usar um filtro solar intenso, de preferência com base associada de tom marrom, retocando-o a cada quatro horas. Se a exposição for na praia por exemplo, repassar o protetor de duas em duas horas e usar chapéu e óculos de sol.

Mesmo que você não tenha manchas, sempre use produtos com agentes clareadores, eles ajudam muito a evitar que surjam manchas na pele.

Se você já tem manchas, o ideal é suspender a exposição ao sol, redobrar a utilização de protetor solar e procurar um dermatologista. A melhor forma de tratar esses tipos de manchas é usar, de preferência fora do verão, cremes despigmentantes, associados a procedimentos como peelings e lasers.

Há princípios ativos que promovem a renovação das células da pele, evitando que ela fique grossa, ou que forme melanina. A associação de um ácido hialurônico pode aumentar a hidratação da pele.

3

A formação de manchas é um processo oxidativo, e qualquer ativo com potente ação antioxidante pode impedir ou atenuar o aparecimento delas.

A escolha do tratamento, depende de cada pessoa e também da intensidade do problema. Há casos que apenas cremes clareadores resolvem e outros que precisam da combinação com procedimentos mais fortes, como peelings.

Fonte: belezaesaude.com.br

Deixe uma resposta